23 de fevereiro de 2014

Regresso à tradição

À semelhança dos países que visitamos e nos quais nos sentimos em casa, também há espaços (restauração e não só) onde acontece o mesmo. Foi no final de Novembro que me cruzei com a Leitaria da Baixa e, desde logo, fiquei apaixonada. Na altura não entrei, mas as andorinhas que por ali esvoaçam saltaram-me à vista mesmo descendo a rua de Passos Manuel (Porto) e não pude deixar de entrar para espreitar, com a promessa que havia de voltar (não pensei é que demorasse tanto tempo para voltar!). E assim foi. Num almoço tardio com as amigas de sempre (LoveU girls), entre risadas, confissões e muita cumplicidade, passaram-se horas e, não fossem compromissos de umas e outras e o sentimento de culpa por ali estarmos alapadas há que tempos, por ali tínhamos ficado para lanchar. A comida é boa (não é top, mas é boa), os preços simpáticos e, embora o staff precise de limar algumas arestas, dá bem conta do recado. Depois há o espaço. O tal espaço do Regresso à Tradição. Com passarinhos e andorinhas por todo o lado, com cadeiras e móveis iguais às casas dos avós, com flores a fazerem lembrar a Primavera, com portas, rodapés e caixilhos de madeira branca (não sei se já alguma vez o disse aqui, mas eu AMO madeira branca),... com pormenores. É isso. A Leitaria da Baixa é um espaço de pormenores e, se há pessoa de pormenores, essa pessoa sou eu. A repetir, sem sombra de dúvida (contigo F.!! Contigo!!).

2 comentários:

  1. Ai que eu ando a perder tanta coisa boa na Baixa :)

    ResponderEliminar
  2. Fiquei fã! Tenho que ir tentar espreitar! :)

    ResponderEliminar